• paraexpressaraliberdade feministas1
  • Página Principal
    Página Principal Aqui você pode encontrar todas as postagens do blog
  • Categorias
    Categorias Mostra uma lista de categorias deste blog.
  • Tags
    Tags Mostra uma lista de tags utilizadas no blog.
  • Blogueiros
    Blogueiros Procura por seu blogger favorito neste site.
  • Arquivo-Morto
    Arquivo-Morto Contem uma lista de posts criados anteriormente.
148

"Estamos com Dilma porque, por toda sua vida, esta mulher teve coragem de enfrentar esse passado de injustiça para construir um presente em que caibamos mulheres e homens livres e iguais."

 [Leia a íntegra do documento]

 

Continuar lendo
Avalie esta postagem:
265

 O SOS CORPO Instituto Feminista para a Democracia convoca para a apresentação de propostas de consultoria para Avaliação Final do Programa: “Mais Direitos e Mais Poder para as Mulheres Brasileiras (2011-2014)". 

O objetivo desta avaliação final é avaliar o cumprimento na realização dos produtos, dos resultados alcançados pelo programa e oferecer sugestões e recomendações para ações similares futuras.

Continuar lendo
Avalie esta postagem:
319

A campanha do Plebiscito por uma Constituinte Exclusiva do Sistema Político aprovou apoio à campanha Para Expressar a Liberdade, que propõe novo marco regulatório para as comunicações no país. 

Fonte: Redação FNDC

Continuar lendo
Avalie esta postagem:
231

 

Hoje, 12 de agosto, é dia de lutas. Estaremos nas ruas convidando à população a se engajar na luta por mudanças radicais no sistema político brasileiro. Ele não nos representa. 

Manifestação e panfletagem: hoje - terça - 12 de agosto - 15 hs - em frente à Câmara Municipal do Recife

 

Continuar lendo
Avalie esta postagem:
221

No próximo dia 15 de agosto, o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação divulgará uma plataforma eleitoral para que candidatos possam aderir publicamente à proposta de um novo marco regulatório da comunicação.

O documento é baseado no Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Mídia Democrática, para o qual têm sido coletadas assinaturas desde 2013. Entre as reivindicações, estão o fim da propriedade de meios de comunicação por políticos, a reserva de um terço dos canais para emissoras públicas e nova regulamentação para o direito de resposta

Por Mel Bleil Gallo

Continuar lendo
Avalie esta postagem:
1204

"Seja quando promovido pelos BRICS ou pelo G7 ou G20, nos manifestamos contra o desenvolvimento que concentra riquezas e poder, baseado na exploração das pessoas e da natureza, no consumismo exacerbado, na violação dos direitos humanos, na apropriação de nosso trabalho, nosso corpo e nosso território."  Abaixo, reproduzimos a íntegra do documento.

 

Continuar lendo
Avalie esta postagem:
762

Organizações do movimento de mulheres contestam a revogação da Portaria 415, que incluía o serviço do aborto legal na tabela do SUS (Sistema Único de Saúde). Anunciada pelo Ministério da Saúde no dia 22 de maio, a resolução foi revogada nesta quinta (29).

29.05.14

 

Continuar lendo
Avalie esta postagem:
794

Debate no centro cultural feminista do SOS Corpo com Paula Viana, da Frente Nacional contra a criminalização das mulheres e pela legalização do aborto, e Lis Lemos, jornalista, que apresentou dissertação de mestrado em Comunicação/UFPE, sobre o aborto na mídia, nas eleições de 2010. 

 
Continuar lendo
Avalie esta postagem:
1991

Centro Cultural do SOS Corpo realiza discussão sobre aborto, mídia, política e direitos das mulheres.

Na próxima terça-feira (06/05) o centro cultural do SOS Corpo promove a roda de diálogo “Aborto no contexto eleitoral: vida e autonomia das mulheres sob ataque”.  O assunto está na pauta dos movimentos de mulheres, mas pouco é discutido em outros espaços da sociedade, do ponto de vista dos direitos reprodutivos, da liberdade sexual e da saúde da mulher.

Pensando em aprofundar esse debate, nossa conversa sobre o aborto terá dois focos principais: a abordagem da mídia e a legislação brasileira.

Continuar lendo
Avalie esta postagem:
902

Revista Carta Capital - O mundo gira, o tempo passa, mas o trabalho doméstico segue sendo um conflito cotidiano na vida das mulheres. Nova publicação do SOS Corpo debate a questão. O livro foi produzido numa co-edição com o Instituto Patrícia Galvão e traz análises a partir da pesquisa realizada pelo SOS Corpo em parceria com Data Popular.

  [Por Maíra Kubík Mano]

Continuar lendo
Avalie esta postagem:

Memória Viva Feminista _ www.flickr.com/redesocialfeminista