• paraexpressaraliberdade feministas1
  • Página Principal
    Página Principal Aqui você pode encontrar todas as postagens do blog
  • Categorias
    Categorias Mostra uma lista de categorias deste blog.
  • Tags
    Tags Mostra uma lista de tags utilizadas no blog.
  • Blogueiros
    Blogueiros Procura por seu blogger favorito neste site.
  • Arquivo-Morto
    Arquivo-Morto Contem uma lista de posts criados anteriormente.

AMB apresenta à ministra da SPM prioridades nas políticas para mulheres

por em Participação das Mulheres
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Hits: 7040
  • Comentários
  • Increver-se para receber atualizações
  • Imprimir
  • PDF
7040

No dia 22 de março, a ministra Eleonora Minecucci se reuniu com representantes de organizações feministas para debater a conjuntura e as políticas para mulheres. Sílvia Camurça, da coordenação da Articulação de Mulheres Brasileiras, participou do encontro.

 

“Minha impressão geral é que, depois de atravessar forte crise política interna às vésperas da III CNPM e em meio ao 'fogo cruzado' da MP 557, lançada em dezembro à revelia da SPM, a Secretaria Especial da Mulher, agora 'sob nova direção', parece que vai retomar seu mandato: ser um instrumento da efetivação dos direitos das mulheres”, avaliou Camurça.

Segundo o relato de Sílvia, iniciar diálogos direto com organizações feministas é uma decisão pessoal da ministra. “Para nós é um sinalizador da perspectiva que orientará a SPM: reconhecimento das organizações feministas como interlocutoras legitimas”.

Além da AMB, estiveram presentes a Articulação de Organização de Mulheres Negras, a Secretaria Nacional da Mulher Trabalhadora da CUT, Movimento de Mulheres Camponesas, Marcha Mundial de Mulheres, Secretaria da Mulher Trabalhadora Rural da Contag, Fórum de Mulheres Negras, Liga Brasileira de Lésbicas, Rede Feminista de Saúde e Direitos Reprodutivos, União Brasileira de Mulheres e Movimento Articulado de Mulheres da Amazônia.


Leia o documento da AMB entregue à Ministra: “Posicionamento da AMB sobre as prioridades nas políticas para mulheres na atual conjuntura”

Avalie esta postagem:
0

Comentários

Memória Viva Feminista _ www.flickr.com/redesocialfeminista